Grupo de estudos estimula leitura dos clássicos medievais e modernos

A iniciativa de criar o grupo é do doutorando Caio Cesar Esteves de Souza, com coordenação da professora do Departamento de Letras Modernas Maria Augusta da Costa Vieira
Por
Redação
Data de Publicação
Editoria
Divulgação Científica
Institucional
Notícias

 

 

 

Para despertar o interesse dos alunos do curso de Letras da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP por textos anteriores ao século XIX, foi criado o Grupo de Estudos Leitura dos Clássicos Medievais e Modernos (séculos XIV a XVIII).

O grupo é voltado aos alunos ingressantes do curso de Letras em 2018. O objetivo da iniciativa é ajudar esses alunos a ter um primeiro contato com textos de um mundo anterior ao Romantismo, quando as práticas letradas ainda eram regradas por doutrinas retóricas e poéticas de uma tradição que remonta aos gregos antigos e ao império romano.

“Os textos de Shakespeare, Dante, Boccaccio, Cervantes, Góngora, Molière, Corneille etc fazem parte de um mundo muito diferente do nosso, mas ainda interessam aos estudiosos da área de letras hoje. O grupo visa mediar esse primeiro contato dos alunos com os textos dessa época”, ressalta o aluno de doutorado da FFLCH Caio Cesar Esteves de Souza, que realiza e orienta as atividades de leitura do grupo. A coordenação é da professora do Departamento de Letras Modernas Maria Augusta da Costa Vieira.

Souza comenta que sentiu um desinteresse muito grande dos alunos pelos textos de fins da Idade Média e de toda a Idade Moderna, o que para ele pode ser causado pela escassez desses textos no currículo da graduação em Letras.

Por isso, ele procurou a professora Maria Augusta com a ideia de montar um grupo com alguns ingressantes de 2018 para a leitura guiada desses textos e a docente imediatamente concordou em coordenar essa atividade.

Primeiro encontro 

Para divulgar a criação do grupo, o doutorando passou em algumas salas do primeiro ano com uma lista para inscrição dos interessados, com o intuito de conseguir pelo menos 20 adesões. Para sua surpresa, foram mais de 130 alunos inicialmente interessados e cerca de 50 participaram do primeiro encontro do grupo, que foi realizado no dia 23 de março.
 
Os encontros têm duração de duas horas. Neles, o doutorando apresenta por cerca de 30 minutos alguns elementos das doutrinas poéticas e retóricas, que interessam diretamente a uma leitura mais atenta do texto sobre o qual será estudado.

Depois desta apresentação, é feita a leitura em conjunto de um texto poético da época estudada pelo grupo. “A leitura é pausada quantas vezes forem necessárias para sanar dúvidas e explicar pontos confusos ou importantes do texto”, explica Souza.

Todos os textos serão lidos em traduções para o português. O primeiro texto escolhido foi a tragédia Macbeth, de Shakespeare.

Estudos do século XVIII
  
O doutorando Caio Cesar Esteves de Souza tem graduação em Letras, com mestrado em Literatura Brasileira pela USP, no qual dissertou sobre a poesia do inconfidente Inácio José de Alvarenga Peixoto, orientado pelo professor João Adolfo Hansen, assim como está sendo no doutorado.

Por causa desta dedicação aos estudos do século XVIII, o aluno de doutorado se interessa entender por que as pessoas buscam tão avidamente a literatura sobretudo do século XX (e, em menor escala, do XIX) como objeto de estudo, ao mesmo tempo em que sequer consideram a possibilidade de estudar textos anteriores ao Romantismo em suas iniciações científicas, dissertações e teses.

“Me envolver com esse grupo é relevante para mim porque posso verificar se os leitores que acabam de entrar no curso de Letras já apresentam esse desinteresse pelas letras medievais e modernas que observo em meus colegas de pós-graduação e em alunos dos anos finais do bacharelado. Além disso, desenvolver atividades de divulgação científica é algo que me causa grande entusiasmo”, destaca.

O pré-requisito para participar do grupo é ser aluno ingressante do curso de Letras e ter disponibilidade para frequentar as reuniões semanais às sextas-feiras pela manhã, em duas turmas, às 8h e às 10h, com duração de 2h cada uma, na sala 110 do prédio de Letras.

Mais informações sobre esse grupo de estudos podem ser obtidas pelo e-mail: caio.esteves.souza@usp.br.