Memória FFLCH: Lygia Correa Dias de Moraes

O Memória FFLCH apresenta a professora Lygia Correa Dias de Moraes, que falou sobre seus tempos de docência na USP na década de 1970, no auge da ditadura militar.
Por
Paulo Andrade
Data de Publicação
Editoria
Memória FFLCH

 

 

Como era São Paulo no ano de fundação da USP? Foi nesse 1934 que Lygia Correa Dias de Moraes, uma menina de 10 anos, recém-chegada de Santos começou sua história na capital.

Ávida por leitura, a garota se tornou docente da FFLCH anos mais tarde. Ela contou sobre seus tempos de docência ainda nos anos 1970, no auge da ditadura militar, até a sua aposentadoria na década de 1990.