FFLCH toma iniciativa contra a transfobia

Desde abril, um adesivo com a sinalização foi afixada nas portas dos banheiros e também nos murais e nas TVs informativas dos seis prédios da Faculdade
Por
Eliete Viana
Data de Publicação
Editoria
Institucional

 

A questão de gênero está em pauta em todos os setores da sociedade. A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP também está atenta a esta questão e, em sessão ordinária do seu Conselho Técnico-Administrativo (CTA), realizada em 06 de abril de 2017, aprovou a inclusão de sinalização dos banheiros transgêneros nos prédios da Unidade.

Desde então, um adesivo com a sinalização foi afixada nas portas dos banheiros e também nos murais e nas TVs informativas dos seis prédios da Faculdade.

A ideia foi uma sugestão da comunidade FFLCH, que foi aceita pelo CTA. Pois, a Faculdade observou que existia uma demanda para a questão e, então, resolveu se adequar a essa necessidade.

Esta iniciativa vai ao encontro dos princípios da Unidade, pois a FFLCH é respeitosa e inclusiva, e coloca em pauta e em prática os direitos humanos. Aqui a diversidade étnica, sexual, de gênero, religiosa, política e cultural é respeitada.

Em 2016, por exemplo, foi criada a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, que recebe denúncias e dá apoio à comunidade em situações de desrespeito e/ou discriminação de qualquer natureza.