116 alunos estrangeiros vão estudar na FFLCH neste primeiro semestre

Neste semestre, a Unidade recebe alunos oriundos de universidades de 23 países, compreendendo três continentes: Ásia, Américas (América do Norte e do Sul) e Europa
Por
Eliete Viana
Data de Publicação
Editoria
Institucional
Notícias




 

alunos estrangeiros e equipe CCInt
Alunos estrangeiros que estiveram presentes na reunião de orientação e a equipe da CCInt - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH


A Comissão de Cooperação Internacional (CCInt) da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP fez uma reunião para recepcionar e orientar os 116 alunos estrangeiros que vão estudar na graduação e na pós-graduação da Faculdade neste primeiro semestre de 2018, na manhã desta sexta-feira, dia 23 de fevereiro, na sala 14 do prédio de Ciências Sociais.

alunos e professor da The University of New Mexico
Estudantes e um professor da The University of New Mexico - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH

Estiveram presentes nessa reunião 51 alunos. Porque muitos alunos já estão na Faculdade desde o segundo semestre de 2017, pois vieram para estudar pelo período de um ano, e já receberam orientações quando chegaram.

Nessa reunião, a chefe
de Serviço da CCInt, Vivian Pamella Viviani de Castro, falou sobre o funcionamento da Faculdade e da USP como um todo, orientações gerais sobre o processo de matrícula na FFLCH ou em outras unidades da USP; apresentando informações sobre os serviços oferecidos (como restaurantes, transporte, saúde), o acesso às atividades esportivas no Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp) e as opções culturais.

Vivian também deu orientações de como se deslocar pela cidade de São Paulo e explicações sobre as novas leis de políticas internacionais que estão em vigor no Brasil. E, como alguns alunos ainda têm pendências de documentos, como a Carteira de Registro Nacional Migratório, ela combinou de acompanhá-los até um posto da Polícia Federal para auxiliá-los nesta questão. Além disso, a equipe da CCInt ressaltou que o escritório está aberto para atendimento aos alunos para qualquer dúvida ou problema.

Depois, todos os alunos estrangeiros se apresentaram informando o nome, o país de origem ou da universidade que frequentam e o curso que fazem. No final, alguns alunos da FFLCH, que realizaram intercâmbio recentemente, se dividiram em grupos com os intercambistas e os levaram para fazer um tour pelos departamentos e prédios da Unidade, além de os acompanharem para comer no restaurante central (bandejão), pago pela Faculdade.  

Esse evento é realizado semestralmente pela CCInt da Faculdade como forma de dar as boas-vindas institucionais aos alunos estrangeiros, fazer uma integração deles com os outros alunos, para não ficarem restritos somente aos estudantes da mesma universidade ou país; além de dar mais explicações sobre a USP e a Unidade.

Presença francesa e 2 novos convênios

Em 2017, a FFLCH recebeu 231 alunos estrangeiros e enviou 126 alunos ao exterior, tendo 112 convênios em vigor.

Alunos asiáticos
Neste semestre, 40 estudantes de universidades asiáticas vão estudar na FFLCH - Foto: Fábio Nakamura / STI-FFLCH

Neste primeiro semestre de 2018, a FFLCH está recebendo 116 alunos estrangeiros, dos quais quatro são da pós-graduação. Os alunos são oriundos de instituições de ensino superior de 23 países, compreendendo três continentes: Ásia, Américas (América do Norte e do Sul) e Europa. A maioria dos estudantes veio da França: 28, assim como no primeiro e segundo semestre de 2017, que respectivamente tiveram 26 e 31 alunos. O segundo país que mais enviou estudantes é a China, com 20 no total.

Pelos convênios que a FFLCH tem em vigor, dois novos enviaram alunos pela primeira vez neste semestre: The University of New Mexico College of Arts and Sciences (Estados Unidos), com a presença de seis alunos; e a Zhejiang Yuexiu of Foreign Languages (China), que tem a participação de uma aluna.

O convênio com a universidade dos Estados Unidos contempla todas as áreas da FFLCH e é destinado aos alunos de pós-graduação, docentes, pesquisadores e membros da equipe técnico-administrativa. A vigência é até maio de 2022.

Com a universidade chinesa, a área de pesquisa é a de Letras, tendo o mesmo público-alvo da anterior, com o acréscimo dos alunos de graduação e vigência até dezembro de 2022.

A representante desta instituição chinesa é a aluna Zhong Kaiyu, que cursa Letras e ficará na FFLCH durante o primeiro semestre deste ano. Segundo ela, sua motivação para vir ao Brasil é porque sempre gostou do país e da cultura brasileira, por ser multicultural.