Nasce Aroldo de Azevedo

O professor catedrático elaborou os primeiros livros didáticos de geografia no Brasil e foi um dos primeiros alunos de geografia da USP
Por
Lara Tannus
Data de Publicação
Editoria
Hoje na História

 

Devido a sua afinidade com a geografia francesa, Aroldo a comparou com a geografia brasileira em diversos artigos.
Devido a sua afinidade com a geografia francesa, Aroldo a comparou com a geografia brasileira em diversos artigos (Arte: Renan Braz)

 

No dia 3 de março de 1910 nascia Aroldo de Azevedo, geógrafo e um dos primeiros professores brasileiros do Departamento de Geografia da FFLCH USP. Seu maior destaque são os livros didáticos, além de ser autor de uma série de obras muito relevantes para o estudo da geografia no Brasil.

Segundo o professor José Conti, docente aposentado do Departamento de Geografia da FFLCH e ex-aluno de Aroldo de Azevedo, “ele foi o único autor dos livros didáticos do Brasil na época com milhões de exemplares para todas as séries. Eu costumo dizer que ele serviu de ponte entre a vida acadêmica e a vida escolar não houve nenhum outro professor da USP que teve uma contribuição tão grande de livros didáticos como o Aroldo”, conta.
 
Aroldo fez parte da primeira geração de geógrafos brasileiros formados pelos professores franceses, que vieram para o Brasil no processo de implantação da faculdade, com missão de difundir os estudos de ciências básicas e humanas.

Conti diz que o geógrafo escreveu obras importantes consultadas até hoje sobre a cidade de São Paulo. Dentre elas destacam-se Os subúrbios orientais de São Paulo (1945) e A cidade de São Paulo: estudos de geografia urbana (1958). Sobre a geografia urbana, o professor cita as obras Vilas e cidades do Brasil colonial (1956) e Brasil a Terra e o Homem (1964).